Carro híbrido: o que é, modelos, preços e benefícios [Guia Completo 2022]

Não podemos negar que o carro híbrido é uma tendência do automobilismo de origem internacional que vem ganhando força no Brasil. Esses carros estão vindo como uma alternativa ao uso do combustível como única fonte energética.
Escrito por:
Tupinamba

Tupinamba

Compartilhe:

kira sportage azul com mar e montanhas ao fundo

Não podemos negar que o carro híbrido é uma tendência do automobilismo de origem internacional que vem ganhando força no Brasil.

Esses carros estão vindo como uma alternativa ao uso do combustível como única fonte energética.

Até porque, o foco na sustentabilidade é fundamental, já que também afetará a indústria automobilística em algum momento, não é mesmo?

No entando, os híbridos ainda causam algumas dúvidas entre os consumidores brasileiros, que relutam muito em comprar um desses modelos, seja por desconfiança de sua autonomia ou pelo leque de informações diponíveis.

Neste artigo, vamos te dar todas as informações que você precisa antes de adquirir o seu carro híbrido!

Boa leitura!

O que é um carro híbrido?

O carro híbrido é aquele que utiliza dois tipos de motorização para seu funcionamento: o motor que usa combustível, e o elétrico.

No entanto, existem algumas categorias dentro desse modelo. São elas: híbridos leves, puros e os plug-in.

Sendo assim, é importante pesquisar bem as suas diferenças antes de decidir comprar um carro nesse segmento, assim, evita surpresas.

Além disso, existem boas opções de carro híbrido no Brasil, ainda que não seja referência.

Quais são os carros híbridos no Brasil?

Nos últimos anos, os carros híbridos passaram a ser um dos mais esperados nas concessionárias de todo o Brasil.

Separei alguns modelos de marcas diferentes para você explorar.

Fonte: Caoa Chery/Divulgação

Caoa Chery Tiggo 8 Pro

O próximo modelo a receber uma versão top de linha com o nome Pro é o maior SUV da fabricante chinesa.

O denominado Tiggo 8 Pro será o primeiro híbrido da fabricante, que terá um design diferenciado.

A sua frente foi redesenhada com faróis mais nítidos e uma grade hexagonal com vários elementos cromados na parte inferior.

A parte interna do veículo é mais caprichada do que a versão atual que é vendida no Brasil. A maior novidade é a parte mecânica.

Além disso, combina dois motores elétricos (um em cada eixo), um em cada eixo com um motor turbo 1.5 com uma potência de 156 cavalos.

byd qin plus branco
Fonte: BYD/Divulgação

BYD Qin Plus

A fabricante chinesa vai levar mais veículos para o Brasil que não são só elétricos.

O primeiro veículo híbrido da BYD, Qin Plus, chegará no segundo semestre de 2022. Apesar do nome inusitado, o modelo é um sedã de visual moderno e cheio de tecnologia que promete um consumo de combustível de mais de 100 km/l.

No entanto, a média é bem menor, mas ainda assim surpreendente: 26 km/l com gasolina.

honda hrv vermelho em exibição
Fonte: Honda/Divulgação

Honda HR-V

O HR-V nunca teve o seu consumo de combustível como o ponto forte, embora exista rivais muito piores nesse quesito.

A segunda geração já está sendo testada no Brasil e estreará no ano que vem, e isso deve mudar.
A Honda pode trazer uma versão híbrida do SUV para o país.

Será o segundo de três carros elétricos que a fabricante japonesa prometeu lançar até 2023.

A sua versão híbrida compartilha um pacote mecânico moderno com o Accord.

Há um 1.5 i-VTEC aspirado a gasolina de quatro cilindros produzindo 131 cv e 25,8 kgfm a 4.500 rpm e dois elétricos.

Assim, um vai tracionar o carro e o outro gerar a energia.

Hyundai Tucson

A nova geração do Tucson foi lançada em 2021, e chegará ao Brasil em 2022.

A marca estreia uma nova identidade visual, caracterizada principalmente pelos faróis de LED integrados à grade, assim como no modelo do novo Creta.

A melhor notícia para o Brasil é que além da versão a combustão, o Tucson também oferecerá uma versão híbrida.

Jaguar F-Pace

A fabricante do Jaguar F-Pace PHEV já deu as caras no seu site brasileiro.

No entanto, a data de lançamento é para o primeiro semestre de 2022. Na linha de SUVs, uma versão híbrida plug-in ficará abaixo do SVR esportivo.

O modelo combina um motor a gasolina de 2.0 com 296 cavalos de potência com um motor elétrico de 141 cavalos de potência.

Assim, quando está no modo elétrico, pode percorrer até 59 quilômetros. A bateria de 17,1 kWh leva cerca de 30 minutos para carregar de 0% a 80% nos equipamentos da empresa.

jeep renegade híbrido em meio à floresta
Fonte: Pixabay

Jeep Compass e Renegade

A Jeep queria lançar dois híbridos nos modelos Compass e Renegade em 2020.

No entanto, os planos acabaram sendo adiados por conta da pandemia e falta de peças e a chegada da dupla só aconteceu em 2022.

O primeiro a ser lançado foi o Compass. Combinando o famoso motor 1.3 turbo (derivado do National Firefly) com um motor elétrico montado no eixo traseiro.

Dessa forma, a Jeep alcançou a tração nas quatro rodas e foi batizada pela marca 4xe.

Já o Hybrid Renegade tem exatamente o mesmo motor do Jeep Compass. Porém, a principal diferença é o alcance um pouco menor no modo elétrico, com 42 quilômetros.

Sua chegada deve acontecer no segundo momento, mas ainda em 2022.

Kira niro branco com detalhes cinzas
Fonte: Kia/Divulgação

Kia Niro

A Kia irá aumentar a sua gama de modelos elétricos no Brasil.

Após a introdução do Stonic no final de 2021, um híbrido leve, dois outros modelos foram confirmados para serem lançados ainda este ano de 2022.

O primeiro deles é Niro, que acabou de exibir uma nova geração na Coréia do Sul.

O novo Niro estará disponível em vários níveis de eletrificação, incluindo híbrido puro, híbrido plug-in (que pode ser carregado no carro ou via carregadores) e elétrico em diversos mercados.

As especificações ainda serão confirmadas (no Brasil, a Kia deve escolher entre uma versão híbrida pura e uma híbrida plug-in).

kira sportage azul com mar e montanhas ao fundo
Fonte: Kia/Divulgação

Kia Sportage

A nova geração do Sportage, um dos veículos mais populares da Kia no Brasil, foi confirmada e chegará em 2022 com um sistema híbrido leve – o mesmo que alimenta o Stonic.

No entanto, o motor de combustão será maior e mais potente. Esse modelo tem um motor turbo de 1.6 a gasolina com 179 cavalos de potência e uma transmissão automática de sete marchas, com dupla embreagem.

Volkswagen Tiguan Allspice Branco com rio ao fundo
Volkswagen/Divulgação

Volkswagen Tiguan Allspice

A Volkswagen decidiu não entrar na briga com o Jeep Commander e retirou o Tiguan Allspice da programação brasileira logo após a chegada do concorrente.

Porém, agora em 2022 um confronto será inevitável, já que uma nova versão da VW será importada do México.

Uma versão híbrida exclusiva é um dos destaques. Apenas os brasileiros conhecem o pacote, pois foi usado para equipar o Golf GTE, que esteve disponível por pouco tempo no Brasil.

Qual é o consumo de combustível de um carro híbrido?

Uma das maiores vantagens para se ter um veículo híbrido tem a ver com a economia de combustível.

Considerando que um dos objetivos de um carro híbrido é reduzir o nível de poluição que o carro produz, há uma necessidade real de reduzir a quantidade de combustível por quilômetro rodado.

Por exemplo, podemos pegar o Prius, que é conhecido como o carro mais econômico do Brasil.

Para ficar mais claro, podemos comparar a economia de combustível de um carro híbrido ao consumo de outro carro a combustão amplamente vendido no Brasil.

Por exemplo, o HB20 1.6 da Hyundai é um carro muito popular (o mais vendido no Brasil) e pode percorrer cerca de 8km/L em áreas urbanas.

Na estrada, a distância percorrida por litro é de 11,3 quilômetros.

A operação de um motor de carro híbrido certamente é bem diferente da de um motor de combustão isolado, padrão.

Assim, pode-se concluir que o consumo de um veículo híbrido no percurso urbano, dentro da cidade, é maior do que em rodovias, ou seja, o contrário dos carros a combustão.

É importante ressaltar que o motor a combustão é responsável por auxiliar o motor elétrico em percursos que exigem mais tração, o que geralmente acontece na rodovia.

Dessa forma, em áreas urbanas, o carro pode ser acionado apenas pelo motor elétrico durante a maior parte da viagem e, por isso, tem uma economia de combustível considerável.

Dito isso, ao comparar o tempo de combustível de um carro híbrido com um carro com motor de combustão interna, a diferença no consumo de combustível na estrada pode não ser tão grande.

Ainda assim, nos centros urbanos, a diferença certamente é significativa, pois os veículos a combustão consomem mais para esse tipo de trajeto, enquanto os híbridos acabam consumindo menos combustível.

Tipos de carros híbridos

Híbrido leve

Um carro híbrido leve são os carros que tem ​​um pequeno motor elétrico de 11 kW com 15V, 30V ou 48V de tensão que só funciona na partida e na frenagem, dando ao carro mais flexibilidade e economia de combustível.

Além disso, parte da energia gerada pelo propulsor de emissão zero é passada para outras partes do veículo, como ar condicionado, sistema de som e até os itens de segurança.

Exemplos típicos de veículos híbridos leves vendidos no Brasil são o Mercedes C200 EQ Boost e o Land Rover Range Rover Evoque.

Híbrido puro

Os carros híbridos puros, ou apenas híbridos convencionais, são os mais vendidos da categoria, mas devem cair nas vendas nos próximos anos.

Nesse modelo, há um conjunto de baterias maior que pode até impulsionar o automóvel, mas o sistema é recarregado pelo próprio motor de combustão do carro.

Logo, são veículos em que o motor elétrico já “invade” mais o funcionamento do carro, dividindo a sua tarefa de locomovê-lo junto com o propulsor a combustão.

Já que a bateria é um pouco maior do que a instalada nas opções leves, assim, permite alguns momentos de condução 100% elétrica, como em baixas velocidades ou enquanto o carro está na estrada.

Temos muitos exemplos de carros 100% híbridos e, no Brasil, os mais procurados e vendidos são o Toyota Corolla e Corolla Cross, e o Honda Accord.

Híbrido plug-in

Os modelos de carros híbridos do tipo plug-in, em geral, servem como ponte entre veículos híbridos e elétricos. O seu funcionamento se dá igual aos considerados “puros”, mas a diferença se dá que a sua bateria também pode ser recarregada em postos de carga, assim como os modelos elétricos.

Eles têm baterias com a capacidade de 10 kWh que proporcionam a capacidade de percorrer longas distâncias, em alta velocidade, usando apenas a bateria e seus propulsores de emissão zero.

Apesar de custarem mais do que outros modelos de carros híbridos, esses são os veículos que oferecem mais benefícios em termos de desempenho e economia de combustível.

O Volvo XC40 e S60, o BMW 520e e o Volkswagen Golf GTE são exemplos de veículos híbridos.

Qual carro híbrido mais econômico?

Com a tabela do InMetro, que classifica os modelos mais econômicos com base no consumo de energia, é possível descobrir quais são os carros mais econômicos.

Assim, os carros com motores de combustão interna, híbridos e motores elétricos podem ser incluídos na mesma tabela e comparados. Isso ocorre porque é estabelecido um nível de equivalência entre várias medidas de consumo.

Como resultado, descubra quais carros híbridos foram os mais econômicos no Brasil no ano passado.

  • BMW 330e
  • BMW 530e
  • Volvo S60 Recharge
  • Jaguar F-Pace PHEV
  • Porsche Panamera 4 E-Hybrid
  • Honda Accord Hybrid Touring
  • Porsche Cayenne E-Hybrid
  • Lexus UX 250h
  • Lexus ES 300h

Toyota Corolla Cross Hybrid

As vantagens de um carro híbrido

A vantagem mais óbvia e procurada no momento de possuir um veículo híbrido é a economia de gasolina que proporciona.

Em um país onde o combustível está se tornando mais caro, possuir um carro elétrico reduz muito os custos de combustível.

Além disso, não podemos deixar de falar também sobre o aspecto ambiental que com as emissões de gases muito menores, a longo prazo temos um benefício enorme, já que compensa a poluição da fabricação de baterias.

Para que possamos visualizar bem, vamos exemplificar com o primeiro veículo híbrido do mundo, o Toyota Corolla Hybrid.

O sedã atingiu a média de 14 km/l na cidade ao utilizar o etanol como combustível. Isso é ainda melhor com gasolina, rodando cerca de 20 km/l.

Assim, como resultado, é considerado um dos modelos mais econômicos oferecidos no Brasil, superando até os carros 1.0.

No entanto, ainda deixando de lado as preocupações ambientais e econômicas, os híbridos geralmente são carros agradáveis ​​de dirigir e, em alguns casos, têm desempenho semelhante a modelos considerados esportivos.

Um bom exemplo é o Golf GTE, essa versão alcança quase o mesmo desempenho que a versão com gasolina, pesando um pouco mais (1524kg) e acelerando de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, contra 7 segundos para o 2.0 turbo.

Sem contar que, além de tudo isso, os carros híbridos normalmente contam com uma boa segurança e com bom pacote de equipamentos.

Os carros híbridos também são mais silenciosos, já que quando estão circulando em modo elétrico não fazem muitos barulhos, como faria um motor.

Assim, além de mais confortável para todos presentes no veículo, as cidades também se beneficiam da queda na poluição sonora.

Conclusão

Se você já chegou até aqui, tem a noção necessária de que a economia gerada por um carro híbrido é bem significativa.

Dessa forma, é notório que esta categoria tem um desempenho admirável em termos de redução do uso de combustível, que, a longo prazo, é benéfico tanto para a situação financeira quanto para o meio ambiente.

Sendo assim, os carros híbridos são uma opção mais viável para quem quer ser mais sustentável e economizar com a alta nos preços da gasolina, mas não tem o luxo de ter um carro elétrico (que são um investimento bem alto).

Essa economia se dá pelo fato de possuírem dois motores: um que funciona com gasolina comum e outro com energia elétrica.

Os modelos de automóveis híbridos usam muito menos gasolina e não precisam de tomadas para operar, combinando as melhores opções.

A Tupinambá tem os melhores produtos para o seu carro híbrido e elétrico!

Quando falamos de carros híbridos e elétricos, não podemos deixar de pensar que a recarga do veículo é fundamental.

Por isso, precisamos ter uma empresa referência em carregamento elétricos como a Tupinambá! Em seu site oficial é possível identificar todas as soluções modernas que a empresa oferece para você, seja comercial, residencial, de software e corporativo!

Além disso, eles contam com o App Tupinambá que é o 1º Aplicativo brasileiro a investir na viabilização da jornada do usuário de carro elétrico ou híbridos plug-in, oferecendo mais de 750 pontos de recarga cadastrados.

Assim, podemos dizer que esse aplicativo é referência nacional em malha de infraestrutura veicular elétrica.

Sobre a Tupinambá: Somos a 1ª Operadora de Infraestrutura de Eletroabastecimento do Brasil a atuar de ponta a ponta. Possuímos soluções residenciais, comerciais, corporativas e de softwares para estações de recarga.

Leia também

Newsletter

Receba conteúdos especiais antes de todo mundo.

Deixe seu email ao lado e inscreva-se!